Boa tarde!

Untitled Document
o silÊncio É NecessÁrio

Não é necessário ser escritor ou religioso para pedir e entender o silêncio. Ele é necessário a todos, inclusive àqueles que não o compreendem. Conheci (e por algum tempo até convivi) com pessoas que se irritam com o silêncio. Meia hora em silêncio bastava para a pessoa ficar com os nervos “a flor da pele”. Precisava ligar um rádio ou a televisão para se sentir bem. E eu, quieto, analisava a situação. Tentava compreender o que se passava na cabeça daquela pessoa. Mais recentemente, trabalhando no comércio, convivi com moças que não conseguiam ficar mais que duas horas sem rádio ligado. “Sem rádio ligado as horas demoram para passar” – justificou uma delas. E você, qual a justificativa? Solidão? O barulho diminui a sensação de solidão?

Tudo é questão de “cuca”. O cérebro é uma presa fácil para coisas e sons repetitivos. Você se habitua, é uma discreta lavagem cerebral. Para fazer o teste, policie seus pensamentos, coisas que vem involuntariamente à sua cabeça. Aquela propaganda que você ouve “trocentas” vezes no rádio ou na televisão. A voz de tal pessoa. Não parece, mas essas coisas repetitivas bloqueiam sua mente para a percepção de outras coisas mais importantes, e bloqueiam inclusive para a sensibilidade.

Faça a pesquisa. Pessoas que tem o dom de ajudar outras, sejam ou não religiosas, não são “apegadas” a barulho, propagandas, ou mesmo novelas e filmes. Quando muito, possuem as músicas selecionadas rigorosamente. Pessoas equilibradas mentalmente e emocionalmente, também selecionam músicas. Raramente ficam com televisão ou rádio ligados no ouvido o dia todo. A pessoa habituada ao barulho, é como uma “fuga”. Ela não consegue se livrar de um medo, um trauma ou algum outro problema, então o barulho não deixa que ela pense em tal situação...ela só não percebe que, consequentemente, esse problema nunca será resolvido, pois o barulho não permite que ela coloque o cérebro para funcionar e encontrar a saída para o problema. Estudiosos provaram e comprovaram que todo ser humano precisa de momentos para pausa e reflexão no silêncio, ou com uma música de acordo, que no caso são as instrumentais ou clássicas.

Se você dorme com o rádio ligado, infelizmente sua situação está crítica. A hora do sono é hora do silêncio total, os poucos ruídos que não atrapalham o sono são os naturais, como barulho da chuva, insetos noturnos...uma vez eu fiz a experiência de dormir ao lado de uma cascata numa pousada em Barretos. Por ser barulho de água, não incomoda de forma alguma, o sono foi maravilhoso. Por que rádio interfere negativamente no sono? Porque é barulho artificial, de pessoas falando e cantando, que são justamente coisas que o ser humano vive no cotidiano, enquanto acordado. Ainda que você justifique que dormiu e “não ouviu nada”, é engano seu. O cérebro não descansou, inconscientemente ele captou, embora você não tenha percebido. O resultado é refletido em sua vida; através do desconforto no trabalho, ansiedade, inquietação. É que você já acha tudo isso “natural”. Sua mente está estressada e você acha que isso é normal, ou é resultado do dia-a-dia.

Pare de enganar a si mesmo. Entenda e sinta o silêncio algumas horas por dia. Você irá perceber melhora em tudo. Conseguirá pensar de forma mais clara e coerente. Se encontra dificuldade, escreva, entre em contato comigo.

Parceiros













Eu Apoio


Juliano Gaitero


Sebo O Barato da Cultura


Aloysio Roberto Letra
Escritor e Roteirista


Rock Nacional
e Internacional



Soul, Funk, Samba
Rock e Derivados


Em Defesa do Meio
Ambiente e Cidadania