Boa noite!

Untitled Document

OS DEUSES DAS REDES SOCIAIS

     Estudiosos da mente humana e das questões sociais devem estar atentos às redes sociais, inclusive ao twitter. Neste, encontrarão farto material para suas pesquisas.
     Novato “nas nuvens”, em pouco tempo analisando os perfis para “seguir”, fiquei impressionado com a quantidade de soberbos, narcisos e narcisas na rede, jovens e não tão jovens imaginando estar num “big brother” e outros literalmente se oferecendo, como produto descartável.
     Não sou ingênuo, tão pouco perfeccionista, sei que a internet é o território livre, sujeito ao que de melhor e de pior que existe na raça humana. Mas me impressiona a quantidade de pessoas que ainda se enquadram nas situações de risco, tanto material quanto espiritual. Os especialistas cansam de alertar; cuidado com as crianças, a exposição desnecessária, os elogios... ah, os elogios! “Mãe da princesinha, do príncipe...” Até entendo que papai, mamãe, vovó tenham suas “corujisses” incontroladas; mas é difícil engolir os narcisos, que se vangloriam e se autoelogiam, como se fossem as pérolas de maior valor na face da terra. Interessante que muitos, entre as vanglórias, fazem questão de especificar suas religiões. Sinal de que as igrejas não devem estar sabendo transmitir a humildade de Cristo aos seus fiéis. “Todo aquele que se exalta, será humilhado...” “Que a sua mão direita não saiba o que a esquerda fez...” E ainda temos a máxima: “louvor em boca própria é vitupério”.
     Mas não jogo a responsabilidade somente para as igrejas. A famosa literatura de autoajuda, onde a maioria dos autores ensina somente o crescimento individual, e não da forma coletiva como deveria ser, tem uma grande parcela de responsabilidade. Sei que muitas dessas pessoas, que fazem questão de ressaltar que “estão bem de vida, bem casadas e o “escambau”, saíram de situações difíceis, até de depressão. Mas foram orientadas de forma errada, pois saíram de um extremo nocivo e foram direto para outro extremo nocivo.
     Enquanto a sociedade não encontrar o ponto de equilíbrio, continuaremos amargando pedofilia, prostituição, sequestros, golpes e todo tipo de exploração. E aqueles que se colocaram nos altares da vanglória, conscientes ou inconscientes, passarão por duras provações. Sinto dizer, mas ninguém escapa da lei universal. “Todo aquele que se exalta, será humilhado”. É apenas questão de tempo.

“Para todos que estão na rede: falem; mas apenas o necessário; nada além do necessário”.

Parceiros













Eu Apoio


Juliano Gaitero


Sebo O Barato da Cultura


Aloysio Roberto Letra
Escritor e Roteirista


Rock Nacional
e Internacional



Soul, Funk, Samba
Rock e Derivados


Em Defesa do Meio
Ambiente e Cidadania