Boa noite!

Untitled Document
o propÓsito da vida

Nascer, crescer, estudar, trabalhar, reproduzir, descansar, morrer. Parece que ninguém escapa da tal “sina”. Mas seria algo tão banal o propósito de vir ao mundo? Simplesmente para dar continuidade à vida no planeta?

Não é este o propósito, pois até mesmo a vida animal e vegetal dá sua contribuição. A contribuição do homem vai além da contribuição animal e vegetal. Está nas mãos do ser humano a complexa tarefa de evoluir sem destruir o planeta. E a evolução não se faz simplesmente passando pela vida como a nuvem que passa e não traz chuva. Muitas pessoas creem que estudando, trabalhando, casando, fazendo filhos e educando-os, a missão está cumprida. Esta é apenas uma das muitas etapas, e nem é a mais importante. Isso porque para servir ao mundo, deixar uma semente plantada, é preciso antes entender a sua missão. Alguns servirão sozinhos, outros em grupos, e outros em suas famílias. Não existe um padrão obrigatório de vida. A lei é servir, permitir a vida, não destruir. Ninguém vem ao mundo para “fazer o que bem entende”. Existem regras claras de vida, acima de leis dos homens. O caminho a seguir após entender sua missão, é encaixar seu estudo e profissionalização com o propósito da vida. Não há segredos, no entanto muitas pessoas não se atentam a isto, porque se perdem em paixões materialistas e demais ilusões. Já encontrei muitos jovens e adolescentes sem noção alguma do que fazer na vida. Estão com a mente nas baladas, na rotina familiar, em encontrar alguém simplesmente para não ouvir comentários de que está sozinho. E nem mesmo objetivo profissional existe, querem apenas arrumar emprego para não depender dos pais e poder se divertir. Isso significa que passarão pela vida como a nuvem que passa e não traz chuva. Podem até trabalhar e sustentar seus filhos (bem ou mal), no entanto não entenderam o propósito de ter nascido, vindo ao mundo.

Toda criatura nasce para transformar algo à sua volta. Deixar sua contribuição registrada na história. Não basta deixar o sobrenome no túmulo da família. O nome gravado na história do mundo é por ter deixado uma palavra ou ação transformadora. Depois que fulano ou fulana veio ao mundo, isto ocorreu onde essa pessoa cresceu e produziu. Depois de Gandhi, a Índia foi outra. Depois de Martin Luther King, surgiu outra visão na sociedade norte-americana e em vários outros países. Não precisamos ir tanto. Pequenas transformações no bairro, na cidade onde vivemos, fazem parte do propósito da vida. Ninguém vem ao mundo para ser servido. Nem reis. Reis que passaram pelo mundo e viveram sem servir, somente sendo servidos, tiveram fins trágicos. Aqui e no pós-vida. Não precisa ser teólogo nem clarividente para compreender isso. Todo ser tem a missão de servir, se mais ou menos vai depender das circunstâncias. Até mesmo pessoas deficientes, totalmente dependentes, servem ao mundo com uma mensagem. Uma provação é uma mensagem. Uma vida diferente é uma mensagem, uma forma de servir à ciência, à medicina, à fé. Uma vida que resiste, que supera dramas, traumas e provações. Tudo isso faz parte.

Assim, as escolhas devem ser sempre cautelosas e criteriosas. É minha missão casar? Ter filhos? Seguir esta ou aquela carreira? Não tenhamos pressa. As mensagens vêm na vida de cada um, das maneiras mais diversas e complexas, através de pessoas, sinais, provações. Acontecimentos bons ou não. Tudo tem um por que. Cabe a cada um interpretar da forma correta essas mensagens. Por isso não é correto provocar uma interferência manipuladora na vida do outro. Ninguém é marionete de ninguém. Ser servidor não é ser escravo de alguém ou de grupos. Nem da própria família. Família é cooperação mútua. Da família para o mundo, o mesmo processo. Cooperação mútua.

Parceiros













Eu Apoio


Juliano Gaitero


Sebo O Barato da Cultura


Aloysio Roberto Letra
Escritor e Roteirista


Rock Nacional
e Internacional



Soul, Funk, Samba
Rock e Derivados


Em Defesa do Meio
Ambiente e Cidadania